fbpx

5G virou prioridade máxima para o Brasil

25 de novembro de 2020  |  Por Da Redação  |  LBCA
Leilão de 5G

A pandemia de Covid-19 atrasou o leilão do 5G (faixa 3,5GHz) , que agora virou prioridade para o Planalto.

1.Para quando está previsto o edital?

De acordo com o novo relator do leilão da rede 5G, Carlos Baigorri, o governo tem pressa em realizar o leilão das frequências (por onde trafegam os dados) destinadas à quinta geração de telefonia. Tornou-se prioridade máxima, sendo que ele prevê aprovação do edital pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) no começo de 2021.

2.Quando acontecerá o leilão?

A previsão do novo relator é otimista, deve acontecer no primeiro semestre do próximo ano.

3. Que modelo deve ser adotado?

O Ministério da Economia criticou o leilão híbrido, que unifica a melhor oferta, combinando ampliação de cobertura e redução de preço. No leilão tradicional, ao contrário, os compromissos de abrangência ficam no mesmo patamar do preço mínimo do lote. Também há expectativa de entrada de novos players internacionais no mercado de telefonia móvel no Brasil, tanto que o novo relator pretende visitar possíveis interessados.

4. Deve haver restrição a participantes no leilão?

Ainda não há definição, porém, as operadoras de telefonia no Brasil já começaram um movimento para que não haja restrição a qualquer fabricante de equipamentos 5G, inclusive a chinesa Huawei, que já tem servidores e roteadores operando nas redes brasileiras de telefonia. Uma saída técnica deve ser incluir a empresa chinesa em um pool de empresas, que ficaria mais palatável ao presidente Bolsonaro e superaria o incidente com a adesão ao projeto Clean Network de Trump.

Confira as últimas atualizações jurídicas sobre o impacto do Coronavírus no Brasil e no mundo/a></a