fbpx

Projeções para o desenvolvimento econômico

27 de outubro de 2020  |  Por Da Redação  |  LBCA
Brasil Desenvolvimento

O governo federal divulgou no Diário Oficial da União seu plano de Estratégia Federal de Desenvolvimento  para o Brasil – 2020 a 2031, com descrição de possíveis cenários (Decreto 10.531/20)

1. Qual a estimativa de crescimento para o período?

Foram construídos três diferentes cenários macroeconômicos nesta visão de longo prazo. No caso de aprovação das reformas macroeconômicas prevê um crescimento de 27%, com PIB per capita alcançando 1,6% ao ano, podendo chegar a 19,1% ao longo do período. A produtividade poderia crescer 0,5% por ano.

2. E em um cenário sem reformas?

As projeções ficam bem mais pessimistas, levando as contas públicas a uma trajetória que classifica de explosiva, aumentando a desconfiança dos investidores sobre a sustentabilidade da dívida pública brasileira e colocaria em xeque um possível refinanciamento da dívida.

3. E o que poderíamos chamar de conjuntura ideal?

Ela contemplaria amplas reformas, investimentos em infraestrutura e o crescimento do PIB acumulado ficaria em 46,4%. O PIB per capita chegará a 2,9% ao ano e em 37,2% no acumulado do período. A produtividade atingiria 1% ao ano.

4. Quais são os principais eixos do cenário macroeconômico do plano?

Econômico, institucional, infraestrutural, ambiental e social. As metas preveem crescimento sustentado e geração de emprego, melhoria da gestão pública, avanços na competitividade do setor produtivo, sustentabilidade ambiental, melhora na qualidade de vida e inclusão social com geração de renda etc.

Confira as últimas atualizações jurídicas sobre o impacto do Coronavírus no Brasil e no mundo/a></a