fbpx

Novo Marco das Startups é aprovado

15 de dezembro de 2020  |  Por Da Redação  |  LBCA
Novo Marco das Startups é aprovado

A Câmara dos Deputados aprovou no último dia 14, o novo texto substitutivo do Marco Legal da Startups, que segue para análise do Senado.

1. Qual o critério para uma empresa ser startup?

Deve apresentar faturamento anual máximo de R$ 16 milhões e ter dez anos de inscrição no CNPJ , além de atuar na inovação aplicada a produtos, serviços ou modelos de negócios.

2.O que a nova lei traz de positivo para o segmento?

Irá fomentar o mercado de startups no Brasil ao desburocratizar os processos e aumentar a segurança jurídica para quem investe no setor. Dessa forma, os chamados investidores-anjo compartilham os lucros, sem ter responsabilização solidária sobre as dívidas das startups. Os investidores podem ter participação nas deliberações, acesso às contas, inventários, balanços, livros contábeis e situação do caixa.

3.Quais são as outras alternativas de acesso a recursos?

Por meio de fundos patrimoniais (Lei 13.800/19) ou fundos de investimento em participações nas categorias capital semente, empresas emergentes e empresas com produção econômica intensiva em pesquisa, desenvolvimento e inovação. As empresas que aplicarem no fundo serão beneficiadas por incentivos fiscais.

4. O que ficou fora do texto?

Dois pontos fundamentais, que terão de ser regulados: as questões tributárias e a possibilidade de flexibilização das regras trabalhistas para as startups.

Confira  as últimas atualizações jurídicas sobre o impacto do Coronavírus no Brasil e no mundo/a></a