fbpx

Novas ideias para o direito empresarial

8 de novembro de 2019  |  Por Santamaria Silveira  |  LBCA
Novas ideias para o direito empresarial

Visual Law, plataforma de inteligência artificial DIAna e Gestão de Contratos foram os temas que dominaram o painel 2 do Summit, sobre “Novas Tendências na Advocacia Empresarial”, presidido pelo sócio fundador Yun Ki Lee, que destacou a importância das soluções encontradas pela LBCA para seus clientes, refletindo a abertura de novos caminhos para a advocacia empresarial.

Uma das palestras que mais chamou a atenção do público foi sobre a ferramenta do Visual Law, realizada pelo sócio Fernando Torre. Ele observou que muita coisa mudou no Judiciário, menos o processo. “O visual law traz uma nova dinâmica na forma de como o advogado se comunica com os juízes, combinando elementos visuais e tecnológicos. A petição que se apresenta hoje não prende mais a atenção dos juízes e, com os recursos do visual law, a leitura se torna mais atrativa, rápida e dinâmica e atinge o objetivo de passar a demanda da empresa”, disse. Ele ressaltou que em uma amostragem com 100 contestações, 75% das petições tiveram o QR Code acessados pelos juízes e das sentenças proferidas, houve redução do ticket médio de condenações em 35%.

Em sua exposição, o sócio Paulo Vinicius de Carvalho Soares afirmou que a LBCA trouxe como novidade a gestão de contratos por meio de uma plataforma multisetorial e com multitarefas para que os departamentos jurídicos de empresas não tenham de sofrer, cassando solicitantes de contratos ou até gerenciando fluxo. “O sistema busca colocar todos os imputs e se torna um repositório de contratos e documentos vinculados a esses contratos, facilitando o trabalho. O programa inclui o QRCode, com consulta rápida, que permite acessar dados básicos do contrato”, disse.

Já o sócio Ricardo Freitas Silveira apresentou no painel a plataforma tecnológica da LBCA, batizada de DIANA – inteligência artificial disruptiva, com ampla oportunidade de aplicação no setor jurídico. Destacou a tramitação de um projeto de lei no Congresso que visa regulamentar IA, que tem entre suas principais atribuições fazer análise preditiva, ou seja, antecipar possíveis resultados de uma medida judicial. Freitas também lembrou que a IA precisa ser treinada, por meio de um conjunto de dados, para que suas soluções sejam cada vez mais assertivas.

Homenagem

Durante o painel, Paulo Vinicius de Carvalho Soares fez uma homenagem para duas sócias que contribuíram para transformar a plataforma de contratos em uma realidade: Danielle Ciré e Talita Paiva Santana. Danielli disse que ficou emocionada pelo reconhecimento da jornada: “Cada palavra me remeteu a um esforço, uma ideia e uma luta, em prol de melhorar a gestão documental e o trabalho dos advogados que militam nessa área”. Talita também afirmou ter ficado “feliz pelo reconhecimento público do trabalho realizado”.