fbpx

Inmetro quer mais eficiência energética na linha branca até 2030

6 de agosto de 2021  |  Por Thalita Fernanda Lima da Silva  |  LBCA
Inmetro quer mais eficiência energética na linha branca até 2030

Diante do cenário de crise energética e hídrica – que vem elevando o custo da energia elétrica para a bandeira vermelha – patamar 2 , com aumento aprovado de 52% – a Portaria 332/2021 do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia ) é bem-vinda , ao estabelecer novos níveis de eficiência energética para refrigeradores e assemelhados.

1. Do que trata a Portaria 332/2021 do Inmetro?
Atualiza o Programa brasileiro de Etiquetagem (PBE),que será implantado em três fases para trazer economia de energia aos consumidores brasileiros na faixa de R$ 32,5 bilhões. Essa alteração nos refrigeradores e assemelhados deve constar da ENCE (Etiqueta Nacional de Conservação de Energia) , que os brasileiros já conhecem.

2. Quais as diferenças do programa atual?
O índice de eficiência ganha outro patamar e vai aumentar o universo de produtos que estarão à disposição do consumidor brasileiro. Também está em sintonia com a Agenda 2030 da ONU e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, cuja meta brasileira em energia é aumentar a taxa de melhoria da eficiência energética.

3. No que consiste a primeira fase?
Terá início em 2022 e as geladeiras serão classificadas em A+++, o que traz um ganho de eficiência de 30% em relação aos modelos que temos no mercado (A++), e representam um consumo 20% menor .Isso para uma geladeira de duas portas, com degelo automático (frost-free) e 500 litros, que domina o mercado nacional em 80%. A economia em energia mensal será de 13kWh ou R$ 10,14 na tarifa média com impostos de R$ 0,78kWh.

4. A segunda fase acontecerá quando?
Será implantada somente em dezembro de 2025 e os níveis das classes levarão em conta as recomendações das Nações Unidas para regulamentação de eficiência energética para refrigeradores e produtos assemelhados e para permanecerem na classificação “A” terão de reduzir em 40% sua energia.

5. E a terceira fase do programa, quando será implantada?
Tem vigência para dezembro de 2030 e eleva a redução do consumo de geladeiras fabricadas no país de duas portas em 61%. É importante observar que o programa estabelece que os refrigeradores sejam da classe tropical, ou seja, precisam refrigerar e preservar os alimentos mesmo em regiões que cheguem a 40 graus centígrados.