fbpx

Confira os indicados à diretoria da ANPD

16 de outubro de 2020  |  Por Da Redação  |  LBCA
ANPD indicados

Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), órgão que irá regulamentar a (LGPD), recebe cinco indicações de diretores, sendo três militares e duas mulheres civis; Waldemar Gonçalves Ortunho Junior, da Telebrás, será o presidente.

O governo realizou cinco indicações de diretores para Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), órgão que irá regulamentar a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que entrou em vigor em setembro deste ano e terá multas aplicadas a partir de agosto de 2021. As cinco indicações serão avaliadas pelo Senado e, se aprovadas, será realizado então a nomeação ao cargo.

“A formação da diretoria da ANPD é um importante passo para a estrutura do órgão viabilizando o início do debate sobre a definição das prioridades na forma de atuação do órgão como ente consultivo e fiscalizador bem como dos regulamentos que deverão ser criados para determinados setores da economia, como vimos acontecer na Europa”, explica Paulo Vinícius de Carvalho Soares, DPO e advogado na Lee, Brock, Camargo Advogados.

Confira os indicados a direção:

Waldemar Gonçalves Ortunho Junior para mandato de seis anos:

Coronel do Exército, é presidente da Telebras desde 2019. Engenheiro Eletrônico formado pelo Instituto Militar de Engenharia.

Arthur Pereira Sabbat para mandato de cinco anos:

Diretor do Departamento de Segurança da Informação do GSI.

Joacil Basilio Rael para mandato de quatro anos:

Engenheiro da Computação formado pelo IME.

Nairane Farias Rabelo Leitão para mandato de três anos:

Advogada graduada pela Universidade Federal de Pernambuco e sócia de escritório em Brasília desde 2006.

Miriam Wimmer para mandato de dois anos:

Diretora de Serviços de Telecomunicações do Ministério das Comunicações. Professora do IDP Brasília.

Confira as últimas atualizações jurídicas sobre o impacto do Coronavírus no Brasil e no mundo/a></a