fbpx

Brasil perdeu 17 fábricas por dia

18 de janeiro de 2021  |  Por Da Redação  |  LBCA
Desindustrialização: Brasil perdeu 17 fábricas por dia

Na crise sanitária e econômica de 2020, mais de 5 mil fábricas encerrarem suas atividades, gerando possibilidade de desindustrialização segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) no Brasil.

1.O Brasil passa por um processo de desindustrialização?

A decisão da montadora Ford de encerrar suas atividades no Brasil depois de 100 anos no mercado nacional acendeu o alerta, antecedido por outras empresas que também saíram do Brasil, como a Sony e Mercedes-Benz. No ano passado 5,5 mil fábricas cerraram suas portas, deixando exposto o processo de desindustrialização em curso.

2.Dentro da série histórica, qual o número de indústrias que fecharam?

De 2002 até 2014, o número de indústrias vinha crescendo no país, tanto que há seis anos, o país registrava 384,7 mil estabelecimentos industriais. A partir daí entramos na crise e em 2020, a indústria da transformação deve ocupar a menor fatia do PIB brasileiro em sua história. A desindustrialização se caracteriza pela redução da participação do emprego industrial no emprego total do país.

3.Que fatores contribuem para a desindustrialização?

Vários fatores, com destaque para dois principais: Custo Brasil ( alta carga tributária, pesados encargos trabalhistas e sociais e cipoal burocrático) e a dificuldade de modernização do parque industrial. O Brasil precisa se inserir na economia global de forma mais efetiva e definir um plano para caminhar mais rapidamente para a indústria 4.0, com adoção e geração de tecnologia.

4.Quais são as perspectivas futuras para reverter o quadro?

Certamente, melhorar o ambiente de negócios do país, sendo que isso passa pela rapidez em abrir uma nova empresa, redução da complexidade tributária, melhoria na formação da mão de obra e nível de competitividade, além da continuidade de reformas paradas no Congresso Nacional, como a tributária.

Confira  as últimas atualizações jurídicas sobre o impacto do Coronavírus no Brasil e no mundo/a></a