fbpx

Empresas defendem equidade racial

24 de novembro de 2020  |  Por Da Redação  |  LBCA
Equidade racial

Equidade racial, um grupo de importantes marcas, de diferentes setores, com quase 235 mil colaboradores, assinaram compromisso antirracista.

1. Qual foi o start da iniciativa?

A morte brutal de João Alberto Silveira Freitas, 40 anos, negro, no estacionamento de uma loja de supermercado na capital de Porto Alegre , espancado dois seguranças, às vésperas do simbólico Dia Nacional da Consciência Negra.

2. Que fatores as empresas destacam nessa iniciativa conjunta?

No comunicado, afirmam que o primeiro passo é assumir o racismo e admitir “que ainda ocorrem diariamente atitudes que perpetuam o preconceito, a exclusão, a desigualdade e a violência”.

3. O que pretendem fazer de concreto?

Comprometem-se a adotar medidas no combate ao racismo estrutural, com a criação de um plano de ação em parceria com organizações e especialistas da causa antirracismo, além de prestar contas regularmente das iniciativas adotadas à sociedade.

4. Esse movimento chegou a outras companhias?

Sim, grandes fabricantes de bens de consumo se posicionaram publicamente contra a morte de João Alberto e também anunciaram que irão trabalhar pela equidade racial.

Confira as últimas atualizações jurídicas sobre o impacto do Coronavírus no Brasil e no mundo/a></a