fbpx

Água vira investimento em contratos futuros

16 de dezembro de 2020  |  Por Da Redação  |  LBCA
Água vira investimento em contratos futuros

Por ser um recurso vital para a economia, a água vem sendo cada vez mais valorizada e pela primeira vez que começa a ser negociada no mercado futuro.

1. Que bolsas irão negociar a água?

Inicialmente, a Bolsa de Chicago e o Nasdaq irão negociar os direitos de uso da água em troca de compensações. Isso gera um título, portanto um ativo financeiro. O grupo CME já lançou contratos vinculados ao mercado de água na Califórnia(EUA) , que protegem grandes consumidores dos preços voláteis da água.

2. O que são os contratos futuro de água?

Diante da possibilidade de secas severas e inundações, os contratos futuros (de longo prazo) seriam uma forma de permitir aos grandes usuários de água , como o agronegócio, gerenciar riscos e equilibrar demandas de abastecimento .Assim, compradores e vendedores poderiam negociar um preço fixo em data futura.

3. Que índice foi criado para essa transação?

O Nasdaq Veles California Water Index. A cotação mais recente é de 485,5 dólares por acre pie, equivalente a 1,4 milhão de litros.

4. Quais são os temores da ONU?

A água é um recurso sensível, um direito humano, reconhecido em Assembleia Geral da entidade em 2010 . A ONU teme que sua escassez possa atrair a atenção de especuladores e ganhar “status” de commodities, repetindo a bolha especulativa do mercado de alimentos em 2008 . Atualmente, 3 entre 10 pessoas (2,1 bilhões) no mundo, não têm acesso à água potável segura.

5. Como está a questão no Brasil?

Há um Projeto de Lei 495/2017 em tramitação no Senado, que altera a Política Nacional de Recursos Hídricos (Lei 9.433/97) para introduzir os chamados mercados de água, com negociação dos direitos de uso.

Confira  as últimas atualizações jurídicas sobre o impacto do Coronavírus no Brasil e no mundo/a></a