fbpx

Advocacia 4.0 torna serviço jurídico mais dinâmico e personalizado

23 de dezembro de 2019  |  Por Análise Editorial  |   Revista Análise
Advocacia 4.0 torna serviço jurídico mais dinâmico e personalizado

O tempo em que os escritórios de advocacia não acompanhavam as transformações do mercado tecnológico acabou com a revolução 4.0. Para se manterem atualizadas, tornando o atendimento mais dinâmico e atrativo aos clientes, as bancas têm adotado ferramentas para melhorar a produtividade e a qualidade do trabalho dos advogados.

Para João Azeredo, head de tecnologia e inovação do Moraes Pitombo Advogados,  o aspecto mais importante que a Advocacia 4.0 trouxe para o mercado jurídico foi a capacidade de adaptação. “O Direito é um segmento avesso às mudanças, mas é preciso identificar os pontos de ineficiência que podem ser aperfeiçoados. Nem sempre a adoção da tecnologia vai resultar em melhora imediata, mas é imprescindível ter a coragem de tentar algo inovador e reconhecer quando os resultados não forem os desejados para corrigi-los”, afirmou.

As transformações digitais estão revolucionando a maneira de advogar, otimizando os processos burocráticos e reduzindo o tempo gasto com atividades repetitivas. O Lee, Brock, Camargo Advogados (LBCA), encontrou soluções na Inteligência Artificial desenvolvida para o escritório, a assistente Diana.

“A principal mudança após a implementação da IA foi poder contar com a análise preditiva e o mapa de provas, que têm o objetivo de aumentar a performance jurídica, e isso impactou o relacionamento do escritório com os clientes. Além de ter informações sobre sua própria carteira, o cliente LBCA tem acesso às informações de todo o segmento em tempo real permitindo a criação de um novo conjunto de estratégias jurídicas”, conta Ricardo Freitas Silveira, sócio e Chief Data Officer do escritório.

Para que os recursos tecnológicos façam a diferença no escritório, o advogado 4.0 também precisa dominar os recursos digitais para dinamizar o atendimento. A ideia é que o profissional seja o protagonista do processo, analisando os dados e oferecendo uma solução em um curto espaço de tempo. “A criatividade, portanto, vem sendo valorizada. O segredo está em aliar tecnologia a pessoas”, aponta Ricardo Freitas Silveira.